Prefeitura alerta para importância da prevenção da dengue

data 06/04/2019

Enquanto cidades da região estão com alto índice de infestação do Aedes e de casos suspeitos, situação de Muriaé está controlada


Enquanto cidades da região estão com elevados índices de infestação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya, e de casos suspeitos e confirmados, a situação em Muriaé está controlada. Até o momento não há casos confirmados da doença no município.

Para que o município continue com essa estabilidade, se comparada com outros municípios que estão vivendo uma epidemia de dengue, a Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Saúde, faz um alerta à população sobre a importância de se combater a proliferação do Aedes, principalmente após as chuvas que caíram na cidade nas últimas semanas.

“Apesar da situação estar sob controle em Muriaé, temos que ficar alerta e continuar fazendo a nossa parte quanto à prevenção da dengue, pois é uma doença séria e que pode levar à morte, principalmente agora, com a circulação do vírus tipo 2”, destaca o secretário Municipal Adjunto de Saúde, Wescley de Souza.

A orientação é para que os muriaeenses não deixem água parada em vasos sanitários e de flores, pneus velhos, latas e outros recipientes que posam servir de criadouros para o mosquito; despejem cloro em ralos de banheiro, tenham uma atenção especial para a disposição correta do lixo, além de aplicar repelente em crianças e idosos diariamente. “É importante que a gente se previna, pois o tipo 2 da dengue é muito agressivo, principalmente com crianças e pessoas idosas”, frisa a diretora da Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, Carla Morcerf.

A Prefeitura continua com o trabalho de prevenção e combate aos focos do Aedes. Entre as ações estão visitas domiciliares pelos agentes de endemias e projetos de educação ambiental em escolas, unidades de saúde, praças, entre outros.

Suspeita – Em caso de suspeita de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, a orientação é procurar imediatamente uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência, para preenchimento de notificação e posterior bloqueio vetorial.

Já quem for à rede particular deve pedir ao médico para que faça uma notificação de suspeita de dengue e envie à Secretaria Municipal de Saúde o formulário que está disponível no site do Ministério da Saúde. Com a notificação, o cidadão também terá atendimento prioritário, além de poder fazer exames de forma gratuita. Denúncias e orientações podem ser feitas e solicitadas pelo telefone 3729-1301.


Todos os Direitos Reservados à Muriaé News - Criado e Desenvolvido por Desenvolvido por HPMAIS